Reprodução

Um homem, por volta das 14 horas da tarde dessa sexta-feira, 1º de dezembro, atropelou pessoas no calçadão Túlio Fiúza de Carvalho, no Centro de Lages, na Serra catarinense, deixando mortos e feridos. Após o ocorrido, ele foi baleado pela polícia e morreu no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres.

O Hospital Nossa Senhora dos Prazeres informou que deram entrada na unidade hospitalar, além do motorista, outras seis pessoas, entre elas um policial militar. Cinco vítimas tiveram ferimentos leves e estão com o quadro de saúde estável, porém uma mulher de 33 anos está em estado grave, teve politraumatismo.

A polícia identificou o condutor como Giovanni Oliveira Fornari, de 41 anos. Ele era natural de Ponta Grossa (PR) e não tinha antecedentes criminais.

A polícia já está investigando o caso e ouviu testemunhas ainda na tarde dessa sexta-feira. A investigação deve apurar com precisão a motivação do crime, mas acredita que seja passional, e que uma briga possa ter ocorrido antes do atropelamento. Também será investigada as circunstâncias da morte do condutor.

Atropelamento

De acordo com a Polícia Militar, o motorista invadiu em alta velocidade o calçadão Túlio Fiúza de Carvalho. Giovani atravessou a rua Coronel Córdova e passou pelo calçadão da Praça João Costa, atropelando cinco pessoas.

Em seguida foi da a rua Nereu Ramos até a rua Coronel Serafim de Moura, onde colidiu  com uma moto pilotada por Joel Alves de Souza, de 48 anos, sargento da Polícia Militar. Ele foi arrastado por alguns metros e parou no entroncamento com a rua Fausto de Souza, pois a vítima estava embaixo do veículo.

Giovani saiu do automóvel e correu até perto da rua Correia Pinto, onde foi abordado por dois PMs, que lhe deram voz de parada. De acordo com os policiais, o homem foi na direção deles com uma faca e acabou atingido por um tiro na região do abdômen.

Assista o vídeo que mostra o atropelamento:

 

Texto adaptado do G1 SC

COMPARTILHAR